O que é padrão de entrada?

Conjunto de equipamentos, condutores e acessórios instalados desde o ponto de derivação da rede de baixa tensão da Celesc até a medição, inclusive.

Onde consigo informações referentes ao padrão de entrada?

Acesse nosso site em Serviços/Normas Técnicas/Normas E-321.0001 – Padronização de Entrada de Energia Elétrica de Unidades Consumidoras de Baixa Tensão. O padrão de entrada deverá seguir o que está escrito nessa especificação.

O ponto de entrega é sempre no medidor?

Não. O ponto de entrega é o ponto de intersecção do sistema elétrico da Celesc com as instalações elétricas da unidade consumidora, caracterizando o limite de responsabilidade do fornecimento, também chamado de ponto de conexão.

O que é Unidade Consumidora (UC)?

Conjunto de instalação e equipamentos elétricos, caracterizado pelo recebimento de energia elétrica em um só ponto de entrega, com medição individualizada e correspondente a um único consumidor.

O que é horário de ponta?

É o período do dia, exceto aos sábados e domingos, em que há maior demanda energética. No final da tarde, muita gente toma banho nas residências, acende lâmpadas, liga o televisor e o computador. Nas ruas, os sensores acionam a iluminação pública, as vitrines são iluminadas, as fábricas ainda estão trabalhando, os escritórios estão bem iluminados etc. Em Santa Catarina, esse período começa às 18h30min e vai até 21h30min.

Na hora da chuva devo tirar meus equipamentos da tomada?

É aconselhável, pois mesmo desligados, os equipamentos podem ser danificados se houver uma sobrecarga devido a um raio, situação em que a rede elétrica, os cabos telefônicos e mesmo os cabos de TV por assinatura podem conduzir corrente.

Por que é necessário fazer o aterramento na minha residência?

Porque em caso de sobrecarga de energia no circuito elétrico, ele estabiliza a tensão, evitando o curto circuito nos aparelhos. Isso ocorre, principalmente, devido à queda de raios próximos à rede elétrica.

O que fazer quando o medidor está com ruído?

Com o passar do tempo e dependendo das características do local da instalação, alguns medidores podem apresentar ruído, causando incômodo ou preocupação por parte dos clientes. O ruído não significa que exista risco de acidentes ou maior registro de consumo, mas ocasiona uma diminuição na vida útil do medidor, dando prejuízo à concessionária. Se o ruído for muito forte, que chegue a interferir na qualidade de vida do cliente, o medidor deverá ser vistoriado pela empresa.

Existe algum teste que eu possa efetuar no medidor para verificar se ele está funcionando corretamente?

Sim. Identifique, primeiramente, o tipo de medidor que há em sua residência:

Medidor Analógico ou Eletromecânico (ponteiros):
Desligue todos os aparelhos das tomadas, apague as luzes e após 15 minutos, verifique se o disco do medidor continua girando. Se este continuar girando e der uma volta em menos de 15 minutos, existe “fuga” de energia elétrica. Tal “fuga” pode ser originada por um defeito na instalação elétrica ou problema no medidor. Assim, para identificar a origem da “fuga”, desligue o disjuntor e verifique:
- se o disco do medidor parar de girar, o defeito encontra-se na instalação interna. Recomenda-se consultar um eletricista particular.
- se o disco do medidor continuar girando, o defeito poderá ser no medidor. Entre em contato com um dos nossos canais de atendimento e solicite uma verificação no medidor.

Medidor Eletrônico (digital):
Desligue o disjuntor e aguarde 15 minutos. Se a luz do medidor continuar piscando, é sinal de que há alguma anormalidade que precisa ser verificada pela concessionária. A forma de piscar indica o consumo gasto. Por exemplo: se o chuveiro estiver ligado, a luz piscará constantemente e, se uma lâmpada estiver ligada, piscará vagarosamente.

Continuo com dúvidas após efetuar os testes no medidor, o que fazer?

Você pode solicitar à Celesc, por meio do teleatendimento 0800 48 0120 ou em uma unidade de atendimento presencial, uma visita para a realização dos testes, que devem ser acompanhados por alguém responsável. Um formulário com o resultado da avaliação será entregue ao cliente.

Por que o disjuntor desliga sozinho?

Porque ele protege os equipamentos instalados no circuito e a fiação quando há sobrecarga, ou seja, quando muitos equipamentos estão ligados ao mesmo tempo, acima do previsto para o circuito.

Por que se desperdiça energia?

A lâmpada incandescente comum tem eficiência de 8% (ou seja, 8% da energia elétrica usada são transformados em luz, e o restante aquece o meio ambiente). A eficiência de uma lâmpada fluorescente compacta, cuja iluminação é a mesma, é de 32%. Como o preço da lâmpada eficiente é entre 10 a 20 vezes mais caro do que a comum, a decisão de qual delas comprar dependerá de fatores econômicos que consideram a vida útil de cada uma e a economia proporcionada na conta de luz.
Os cálculos para tomar a decisão acima não são triviais. Exigem o domínio de ferramentas de matemática financeira desconhecidas da maioria dos consumidores. A seleção de equipamentos e sistemas mais complexos pode ser mais difícil ainda. Esta é a razão pela qual muitos consumidores usam inadequadamente todas as formas de energia.

Como faço para diminuir o consumo de energia elétrica?

Identifique as situações ou os hábitos que levam ao desperdício. Planeje com a família a mudança desses hábitos, estabeleça em conjunto as metas de redução e fique atento na hora de comprar eletrodomésticos. Prefira sempre os que têm o Selo Procel. Em geral, os melhores resultados são obtidos pela combinação de tecnologia apropriada e comportamento adequado.

O Selo PROCEL está presente em todos os equipamentos elétricos?

Não. Possuem o Selo PROCEL apenas aqueles equipamentos que comprovaram que usam menos energia para trabalhar. Um ar-condicionado poupa 34% de energia, um freezer economiza 31%, e a lâmpada compacta, 75%.

Como é o Selo Procel?

Por que as lâmpadas fluorescentes consomem menos?

Porque o consumo de uma lâmpada fluorescente compacta, tubular ou circular corresponde a apenas 25% do de uma lâmpada incandescente. Portanto, deve-se preferir as lâmpadas com o selo PROCEL INMETRO de desempenho na área de iluminação, pois este garante a qualidade de um produto durável e econômico.

Lâmpadas fluorescentes podem ser usadas em qualquer ambiente?

O que diferencia o uso das fluorescentes frias (brancas) e das quentes (amarelas) é a preferência estética. As tubulares, brancas, são mais utilizadas no comércio, escritórios, banheiros e cozinhas. As circulares brancas são mais recomendadas para os ambientes residenciais. Os locais ideais para as fluorescentes compactas são aqueles em que elas podem ficar acesas por 4 ou mais horas por dia, como a cozinha. Quanto maior o tempo de uso, mais significativa será a economia na conta de luz.

O que significa o número de Watts especificado na embalagem de uma lâmpada?

Significa o valor da potência elétrica da lâmpada, ou seja, sua capacidade de consumo de energia. Abrevia-se W.

Quais equipamentos consomem mais energia?

Em primeiro lugar fica o chuveiro. Ele representa de 25% a 35% do valor da fatura. A geladeira está logo atrás, contribuindo com 25% a 30% do valor, seguida pela iluminação, que varia de 15% a 25%; do televisor, com variação no consumo de 10% a 15% e do ferro elétrico, o qual representa consumo de 5% a 7%. Por meio do simulador de consumo é possível avaliar o consumo de vários equipamentos. Acesse o nosso site no Menu Principal/Eficiência Energética/Simulador de Consumo e faça o teste.

É possível haver fuga de energia?

Sim. Para verificar, desligue todos os equipamentos da tomada e apague as luzes. Observe se o disco do medidor continua girando. Se continuar, é sinal de fuga de energia. Desligue a chave geral e verifique: se o disco parar de funcionar, o defeito é na instalação elétrica da casa.

Colocar garrafas com água sobre a caixa do medidor ajuda a economizar energia?

Não. Além disso, há o risco de a água vazar da garrafa e entrar no medidor, causando um curto-circuito.

O uso de transformador em um eletrodoméstico aumenta o consumo de energia?

O uso de transformadores em eletrodomésticos tem um peso muito insignificante no consumo de energia, praticamente sem impacto no total do valor da fatura.

É verdade que aparelhos em stand-by (modo de espera) consomem energia?

Sim. Os equipamentos mais comuns (televisão, DVD, microondas etc.) podem consumir até 32,5kWh por mês quando estão em stand-by. Consultando o manual do fabricante de cada aparelho, é possível verificar a quantidade do consumo no modo stand-by.

O que é DEC, FEC, DIC, FIC, DMIC?

DEC: Tempo médio que cada Unidade Consumidora de um determinado grupo de UCs ficou sem energia para um período específico;
FEC: Quantidade média de vezes que cada UC de um determinado grupo de UCs ficou sem energia para um período específico;
DIC: Tempo total em que uma determinada UC ficou sem energia para um período especifico;
FIC: Quantidade de vezes em que uma determinada UC ficou sem energia para um período especifico;
DMIC: Duração da maior interrupção que afetou determinada UC.

Qual a finalidade do controle do DEC/FEC?

Este controle tem como finalidade garantir e medir a qualidade do serviço prestado. No caso de violações das metas de DEC e FEC, a concessionária poderá pagar multas para a agência reguladora (ANEEL). Em casos de violação dos padrões de DIC, FIC e DMIC, a multa é devolvida diretamente para o cliente em forma de descontos na fatura, ou seja, se a energia elétrica distribuída pela concessionária não possui a qualidade determinada pelo órgão regulador, o cliente recebe uma compensação financeira creditada na fatura de energia elétrica, a titulo de DIC, FIC e DMIC.

O que é reator?

É um dispositivo usado por alguns tipos de lâmpadas, como as fluorescentes, que transforma a tensão elétrica da rede na tensão exigida para a operação, e que também serve para limitar a corrente elétrica que passa pelo gás interno dessas lâmpadas.

O que é Energia Reativa e como é expressa?

Energia reativa é aquela que não produz trabalho, porém é indispensável para produzir o fluxo magnético necessário ao funcionamento dos motores, transformadores etc. Entretanto, a energia reativa “ocupa espaço” no sistema que poderia ser usado por mais energia ativa. Ela é expressa em kVArh e a ativa em kW/h.

Quando ocorre a cobrança da energia reativa?

Para que não haja cobrança de energia reativa excedente, em média 42% de consumo reativo em relação ao consumo ativo podem ser consumidos. Acima de 42%, o reativo excedente já é passível de cobrança.

O que é Fator de Potência?

É a relação entre a energia ativa e a energia total. Por meio dela, é possível ver se a unidade consumidora consome energia elétrica adequadamente ou não, pois relaciona o uso eficiente da energia ativa e reativa de uma instalação elétrica.

Quais as principais causas do Baixo Fator de Potência?

Grandes transformadores alimentando pequenas cargas por muito tempo; motores superdimensionados para as respectivas cargas; motores trabalhando em vazio durante grande parte do tempo; lâmpadas de descargas (de vapor de mercúrio, fluorescentes etc.), sem correção individual do fator de potência; grande quantidade de motores de pequena potência.

Quais efeitos são ocasionados pelo Baixo Fator de Potência?

Perdas de energia; redução do aproveitamento da capacidade de transformadores; condutores aquecidos; aumento na conta de energia pela cobrança do custo da energia reativa excedente; variações de tensão, que podem provocar a queima de equipamentos elétricos.

Como corrigir o Fator de Potência?

Dimensionar corretamente motores e equipamentos; operar e utilizar convenientemente os equipamentos; procurar serviço de técnicos habilitados e instalar capacitores onde for necessário.

Quais os benefícios da correção do Fator de Potência?

Redução das perdas de energia; diminuição de aquecimento nos condutores; diminuição nas variações de tensão; melhor aproveitamento da capacidade de transformadores; utilização racional da energia consumida; aumento da vida útil dos equipamentos; desaparecimento do consumo de energia reativa excedente, que é cobrado na fatura.

O que são Bancos de Capacitores?

São equipamentos que possuem a capacidade de armazenar a energia reativa e fornecer aos equipamentos essa energia necessária ao seu funcionamento. Há três tipos de banco de capacitores: os automáticos, os fixos e os programáveis; sendo que cada um tem uma determinada recomendação que apenas uma empresa técnica pode informar.

O que é eficiência energética?

A idéia básica está associada à redução do consumo de energia elétrica sem perdas no conforto e na qualidade. Quando se diz que um motor ou uma lâmpada são eficientes, afirmamos que o rendimento é alto e o consumo de energia é baixo.

Que cuidados relacionados à eficiência energética podem ser tomados ao construir uma residência?

A arquitetura bioclimática oferece soluções porque integra a construção às características da região, tais como a travessia do sol e dos ventos, observações básicas para garantir o conforto ambiental. Ainda há outros recursos: paredes pintadas com cores claras, internas e externas; construção de paredes com tijolos deitados; elaboração de circuitos de iluminação setorizados para compatibilizar o uso de equipamentos eficientes com iluminação natural; planejamento da ventilação e proteção dos condicionadores de ar.

O que é demanda?

É a maior potência solicitada pelos aparelhos ligados num intervalo de tempo. Também pode ser explicada como a quantidade máxima de energia que sua residência utiliza quando todos os aparelhos estiverem ligados ao mesmo tempo.

Qual o prazo que a Celesc tem para atender a um pedido de extensão de rede?

Conforme o art. 11, § 2o da Resolução ANEEL 456/2000, os prazos para análise dos projetos de extensão de rede são:
I - em tensão secundária de distribuição: 30 (trinta) dias;

II - em tensão primária de distribuição inferior a 69kV: 45 (quarenta e cinco) dias; e

III - em tensão primária de distribuição igual ou superior a 69kV: serão estabelecidos de comum acordo entre as partes.

O prazo para análise de projetos elétricos de unidades consumidoras apresentados por projetistas é de 30 dias, com base no art. 97 da Resolução acima citada.

Como é composta a rede elétrica da Celesc?

A rede elétrica de distribuição da Celesc é composta de transformadores que transformam a tensão de 13.800 Volts (Santa Catarina) para 220 Volts em cada fase (são 3 fases). Existem outros locais de Santa Catarina em que os transformadores recebem uma tensão de 25.000 Volts e a transformam para 220 Volts.

O que são linhas de transmissão?

São as chamadas linhas de alta tensão, que transportam a energia das unidades geradoras até a rede de distribuição. As linhas de transmissão compõem a rede básica do sistema interligado nacional de energia elétrica. Têm tensão igual ou maior que 230.000 Volts.
Exemplo: a Eletrosul é concessionária de transmissão de energia para a região Sul. Ela opera as linhas de transmissão de energia da região.

O que são redes de distribuição?

São as redes de média e baixa tensão (com tensão inferior a 220.000 Volts) destinadas à distribuição de energia elétrica em uma região delimitada de consumo de energia.
Exemplo: a Celesc é concessionária de distribuição de energia em Santa Catarina. Ela recebe a energia transportada pela Eletrosul e a distribui aos consumidores do Estado.